Patagônia exposta

Em 2011, o fotógrafo alemão Frank Thiel decidiu mudar o tema do seu trabalho (antes direcionado para as mudanças da cidade de Berlim após a queda do Muro, em 1989) para focar sua câmera em uma série sobre a natureza.

O artista então viajou até as enormes formações glaciais do Parque Nacional Los Glaciares, na Patagônia, sul da Argentina, e produziu altas imagens das geleiras da região –algumas com mais de 2 quilômetros de extensão.

Como uma forma de apresentar ao público o que encontrou por lá, ele montou uma exposição, atualmente em cartaz na
Galeria Leme, em São Paulo (SP). Batizada de “Nowhere is a Place” (o nome é título de um livro sobre a Patagônia escrito por Bruce Chatwin e Paul Theroux), a mostra traz dez fotos exibidas em ampliações de até três metros de largura. De acordo com o site da galeria, as imagens resultantes são uma meditação assombrosa da majestade e resistência, bem como da fragilidade e inerente ameaça de extinção, destes sublimes “edifícios” congelados.

Vai Nessa:
Nowhere is a Place
Galeria Leme (Av. Valdemar Ferreira, 130 – Butantã – São Paulo -SP)
Até o dia 21 de junho
Saiba mais: galerialeme.com

-Publicidade-