Mestre em sobreviver


SOBREVIVENTE: Frane tranquilão hoje em dia (FOTO: Tomislav Krišto/CROPIX)

Dependendo do ponto de vista, o croata Frane Selak, um professor de música de 85 anos, pode ser considerado o cara mais sortudo ou o mais azarado que se tem notícia: entre 1962 e 1996, ele esteve envolvido em uma série de acidentes que foram fatais a muitas pessoas, mas não a ele.

A saga imortal de Frane Selak começou em 1962. Durante uma viagem ferroviária pela Croácia, o trem em que estava descarrilou caindo num rio congelado. Vários passageiros morreram, mas Frane conseguiu se salvar nadando até a margem, e teve apenas um braço quebrado.

No ano seguinte, o acidente foi aéreo: uma das portas da aeronave se abriu durante a queda e ele foi jogado para fora. Os 19 passageiros a bordo morreram, mas o croata conseguiu se salvar ao cair numa macia pilha de feno. Nos anos seguintes, ele ainda escapou milagrosamente de um atropelamento, de explosões de carro e de outro acidente automobilístico em que pulou da janela do veículo enquanto caía num penhasco de 90 metros de altura. Frane se agarrou numa árvore e se salvou.

Em 2003, a sorte finalmente bateu, e Frane ganhou uma bolada na loteria. Segundo a agência de notícias Europa Press, ele investiu parte do dinheiro em dois imóveis e um barco, e doou o restante da grana para amigos e familiares, alguns anos depois.

Sua trajetória é tão incrível que um filme seria confundido com ficção – é difícil acreditar no corpo fechado que este croata tem. Recentemente, a agência norte-americana This & That Visuals fez uma animação de episódios marcantes de sua vida, intitulada "O homem sortudo mais azarado de todos os tempos". A audiência foi recorde, e a agência, que tinha uma média de cinco mil visualizações nos vídeo produzidos anteriormente, passou de mais de um milhão de acessos em pouco mais de uma semana. Tudo graças a trágica e feliz história em desenho animado da vida de Frane Selak.

Nesta semana, no entanto, Frane se manifestou contrário ao vídeo. Numa matéria publicada pelo jornal croata Jutarnji, ele diz que vai processar a agência por contar mal sua trajetória e exagerar nos fatos. Frane também não gostou de aparecer usando bigode em todos os acidentes, porque, segundo ele, isso o descaracterizou.

O vídeo também não mostra que Frane não curte abusar da sorte. Ele, por exemplo, já se negou a fazer um comercial para uma marca de salgadinhos porque teria que viajar de avião, e ele não estava a fim de correr mais esse risco.

-Publicidade-