Atenção: meteoro

Qual a chance de um paraquedista ser atingido por um meteoro no momento do salto? Por mais remota que seja essa possibilidade, ela existe. O paraquedista norueguês Anders Helstrup pode comprovar.

Em 2012, ele e um grupo de paraquedistas do Oslo Parachute Club pularam de um pequeno avião do condado de Hedmark, na Dinamarca. Anders usava um wingsuit e duas câmeras presas ao capacete. Logo depois de abrir o paraquedas, ele sentiu que algo estranho acontecera.

“Tive a sensação de que alguma coisa passou bem perto de mim, mas não sabia o que era”, comentou ao site de notícias de seu país NRK.

Recentemente, um grupo de pesquisadores do Museu de História Natural de Oslo analisou a filmagem feita pela câmera de bordo de Anders e chegou à conclusão de que não pode ser outra coisa. “O formato é de um meteoro”, disse o geólogo Hans Amundsen, sobre o objeto voador não identificado que passou a mais de 300 km/h a poucos metros de Anders. Hans acredita que a “pedra” tenha se desprendido de um bloco maior, a cerca de 20 quilômetros de onde estava o paraquedista.

Mesmo assim, Anders não está totalmente convencido dessa história. É que ele viveu uma situação quase de outro planeta – e saiu ileso.

Veja no vídeo a seguir a passagem do "óvni" em câmera-lenta e tire suas conclusões.

-Publicidade-