A hora e a vez do skimboard

NÃO É SURF: O brasileiro Leandro Azevedo mostrando serviço no mundial

(FOTO: Andre Magarao)


Você já ouviu falar em skimboard? O esporte que, geralmente é lembrado como a evolução do “sonrisal”, é uma modalidade séria, com atletas dedicados e até um circuito mundial. A primeira etapa rolou na semana passada, na praia de Sununga, em Ubatuba (SP). O campeão foi o brasileiro Leandro Azevedo, local do pico e que hoje incentiva a molecada a subir na pranchinha e deslizar nas ondas que quebram próximo à praia.


Sununga é considerada um “destino internacional” do skimboard, e por isso não foi por sorte que Leandro venceu os norte-americanos Blair Conklin e Austin Keen (atual campeão mundial) para ficar com o título.


O skimboard não é um esporte novo, apesar de a evolução dos equipamentos ter tornado a modalidade mais ágil e dinâmica. No Brasil, já há atletas de ponta, como Renato Lima – além de Leandro Azevedo –, que também tem competido entre os melhores do mundo. Apesar disso, a realidade aqui é diferente: é difícil viver desse esporte porque as marcas ligadas à modalidade estão sediadas lá fora.


Na edição de abril da revista Go Outside, você terá a chance de ler uma reportagem especial sobre o skimboard, que tem conquistado uma legião de adeptos e fãs no mundo inteiro.


Veja abaixo um vídeo com os melhores momentos da primeira etapa do mundial deste ano.

-Publicidade-