Superação no Everest


DO TOPO DO MUNDO: Francês com esclerose multípla salta do monte Everest

Em 2001, o francês Marc Kopp, hoje com 55 anos, foi diagnosticado com esclerose múltipla, uma doença degenerativa do sistema nervoso. Diante da notícia, decidiu que não iria deixar a doença desanimá-lo. Pensando nisso, impôs um novo objetivo de vida: saltar de paraquedas do monte Everest (8.848 metros de altitude), a mais alta montanha do mundo. Alguns anos depois, ele se tornou o primeiro deficiente físico a realizar o salto.

Segundo o Everest Skydive, empresa que anunciou o feito, ele fez um salto duplo de uma altura de 10 mil metros de altitude, a partir de um avião que decolou de um ponto do Everest (para onde ele foi a cavalo, e pousou numa plataforma perto do campo base). O sonho de Marc custou caro, mas com a ajuda de amigos e conhecidos ele arrecadou 26 mil euros (cerca de R$78 mil) para a viagem.

"Espero que minha iniciativa inspire outras pessoas que tenham a doença. Quero que muitos outros sigam os meus passos", diz Marc (foto abaixo).

}
(Fonte: Outside on line)

-Publicidade-