Brasil no pódio!


NO PÓDIO: Os finalistas da Copa do Mundo de Slackline, o brasileiro Carlos Neto em
primeiro, o californiano Alex Manson e o brasileiro Feliz Carreira em terceiro.

O carioca Carlos Neto venceu ontem (dia 17 de outubro) a quarta, e última, etapa da Copa do Mundo de Slackline deste ano, que aconteceu em Las Vegas, nos Estados Unidos. Com o feito impressionante, ele terminou o ano de competições no topo do ranking geral da modalidade e mostrou ao mundo que, com sol e lugares maravilhosos, o Brasil está se tornando um dos grandes polos do slackline no mundo.

Além dele, outros três brasileiros estiveram na competição: Felix Carrera, naturalizado americano (3º lugar), Gabriel Aglio (7º lugar) e Igor Zombelli (10º lugar). Nesse evento, os atletas competem apenas na modalidade trickline, que consiste em realizar manobras, como saltos, na fita presa a poucos metros do chão. No fim, os jurados avaliam a dificuldade, a técnica, a amplitude, a diversidade e o estilo de cada competidor.

Nascido há 24 anos, Carlos vive em Niterói, no Rio de Janeiro. Foi lá que, em 2010, ele descobriu o slackline quando terminou em segundo lugar em uma competição internacional, a King of Slackline. Depois disso, ele foi convidado para participar da turnê da Madonna, que começou em Israel e terminou na América do Sul.

A Copa do Mundo de Slackline tem quatro etapas durante o ano todo. Carlos venceu 1também a competição em Munique, na Alemanha. Apenas 16 atletas do mundo todo participam da Copa do Mundo, organizada pela Federação Mundial de Slackline.

*Para escrever este post conversamos com o carioca Allan Pinheiro, atleta de slackline, amigo de Carlos Neto e que trabalha na Gibbon Slackline Brasil.


-Publicidade-