Sol é vida

Muito se fala em horário certo para tomar sol. Entre as 10h30 e as 3h da tarde, os raios ultravioletas estão no máximo, por isso é recomendado evitar a exposição durante essas horas. Mas pare e pense: durante o dia, quanto tempo você passa em frente ao computador, e quantos minutos se vê fazendo alguma coisa ao ar livre?

Passar longos períodos em frente à tela do computador é inevitável para boa parcela da população que mora em cidades grandes. Mas, de acordo com o vídeo a seguir, produzido pela página científica AsapSCIENCE, o sol não é só o responsável pela fabricação da vitamina D.


A luz emitida pelo “astro rei” inaugura uma positiva reação em cadeia, que controla o colesterol e ajuda o organismo a absorver o cálcio. Dessa forma, previne não somente doenças cardíacas e ósseas (como a osteoporose), mas problemas como a depressão. Isso explica, por exemplo, por que em países próximos aos Polos, onde o inverno é longo e há pouca incidência dos raios solares, os índices de perturbações psíquicas são grandes.


Por outro lado, estudos mostram que a natureza exerce forte influência em regiões do cérebro ligadas à empatia, ao amor e à estabilidade emocional. E até o simples fato de passar horas sentado está relacionado a doenças cardiovasculares – independentemente se você pratica ou não esportes quando levanta da cadeira. É isso o que mostra o vídeo a seguir, que apresenta essas informações com uma criativa animação (com legendas em português). Assista, mas depois se levante e vá dar um rolê para garantir uns anos a mais de vida.


-Publicidade-