Ao infinito e além


Veja outras fotos da expedição que está apenas começando aqui

Segundo algumas teorias científicas, a humanidade nasceu na África, se espalhou pela a Ásia, chegou à América e dominou o planeta – e fez grande parte disso andando. Se os homens primitivos conseguiram o feito, por que nós não podemos tentar o mesmo? É assim que pensa o escritor norte-americano Paul Salopek, de 51 anos, que ficará os próximos sete anos refazendo o caminho que teria sido percorrido pelo Homo sapiens ao conquistar a Terra.

A jornada de 35 mil quilômetros começou em fevereiro de 2013. Naquele mês, Paul partiu de Herto Bouri, na Etiópia. De lá, segue pelo Oriente Médio e depois pelo sul e leste da Ásia. Só para atravessar a China serão 18 meses de caminhada. Subindo para o norte, o norte-americano irá cruzar o estreito de Bering e chegar ao Alasca. De lá, descerá pela costa oeste das Américas até chegar à Patagônia, em 2020.

Paul atualiza diariamente seu site, Out of Eden Walk, e também publica novidades em outra página, uma parceira com a revista National Geographic (leia aqui). Em cada país, o norte-americano terá a companhia de um tradutor ou guia. Paul se preocupa com a passagem que fará pela Síria (que está em guerra civil), mas fora isso não teme encontrar violência. “Em todas as viagens que fiz, a principal característica que encontrei nas pessoas foi a generosidade”, diz ele.

-Publicidade-