Voo no escuro

Uma equipe de pilotos de wingsuit realiza um salto em frente ao eclipse solar total que aconteceu na última segunda

Na última segunda-feira, dia 21, ocorreu um eclipse solar total que foi visível apenas dos Estados Unidos, e a população do país parou para assistir o fenômeno estelar. O Sol escondeu a Lua por quase três minutos inteiros, para deleite de quem teve a sorte de ver o evento.

Para o piloto de wingsuit e dublê norte-americano Marshall Miller, a ocasião apresentou o cenário perfeito para um voo diferente. Marshall reuniu sua equipe e armou um voo sincronizado com o acontecimento raro. “O sonho seria voar em formação durante a duração total do eclipse”, explica o atleta no começo do vídeo. As estrelas conspiraram, e os pilotos realizaram o salto histórico. Confira:

COMPARTILHAR