O turismo regional de natureza é apontado como um dos tipos de viagens que será mais procurado pelos brasileiros após a pandemia da Covid-19. A tendência é que os turistas busquem por regiões próximas, que permitam viagens de carro, com atividades de lazer em ambientes abertos e contato com a natureza. 

As estimativas são de pesquisas do Sistema Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae-SP), tendo como base também uma pesquisa elaborada pelo Laboratório de Inteligência de Mercado em Viagens (TRLV Lab), que avaliou os impactos e tendências pós-pandemia no turismo.

+ Onde curtir a natureza nas capitais de SP, RJ, SC e CE
+ Melhore sua vida com microaventuras

Os dados do Sebrae apontam que as palavras-chaves que lideram as pesquisas são: cachoeiras, trilhas, montanha, natureza e cavernas. Somado a isso, há a preferência que essas atividades estejam em destinos próximos, com viagens que possam ser feitas de carro, em locais com baixa aglomeração e maior segurança.

Além da preferência de destinos, os dados também mostram que cerca de 38% da população pretende viajar com a família após a pandemia, sendo que, 53% devem viajar nacionalmente, e 62% já estão pesquisando preços e promoções. Para parcela que já tinha viagem marcada, 45% ainda aguardam os próximos desdobramentos para tomar uma decisão do que fazer. Quando há a decisão, a preferência é pela alteração para data futura para 32%. Sobre investimento, a pesquisa também mostra 33% dos brasileiros mantiveram o orçamento previsto para viagens ainda esse ano.

Quer saber mais sobre o futuro do turismo de aventura pós-pandemia? Assista a entrevista com Jean-Claude Razel, da Alaya Expedições, e a consultora especial de marketing e produtos da Pisa Trekking, Gabriela Monteiro:

Parte 1:

Parte 2: