Pequeno guia do consumo consciente

De mochilas a escovas de dentes, sugestões de produtos menos nocivos para você, para os animais e para o planeta Terra

Por Fernanda Beck

Em uma sociedade movida a consumo, muitas vezes pode ser difícil fazer escolhas que não agridam o meio ambiente, nós mesmos ou as pessoas que trabalham na confecção dos itens que compramos. Quem se preocupa com o próprio bem-estar, o dos animais e o do planeta tem menos opções na hora de adquirir o que quer que seja, e por preguiça ou desatenção, muitas vezes deixamos passar e acabamos levando para casa produtos que são sabidamente nocivos.

O sucesso de documentários como Cowspiracy, What the Health, Em Busca dos Corais e The True Cost (todos disponíveis no Netflix) tem contribuído para que cada vez mais pessoas se conscientizem e levem em consideração o processo de produção de alguns bens – desde a matéria-prima até a embalagem – na hora de tirá-los da prateleira.

Pensando nisso, pesquisamos marcas de coisas diversas, que têm em comum uma preocupação socioambiental em sua linha de produção. Segue a lista:

>> Marca queridinha de muitos paulistanos descolados, a Insecta Shoes produz sapatos, mochilas e acessórios sem utilizar couro nem nenhum produto de origem animal. No site, também dá para encontrar receitas veganas e notícias ambientais relevantes.

O sapato vegano Oxford Oliveira da Insecta Shoes, que custa R$ 290

 

>> No mercado desde 2011, a Loads tem como lema o certeiro mantra “Respeite os animais, recicle seu lixo, ande de bike”. Vegana e com inspiração no skate freestyle, suas peças são feitas de lona e algodão. Atualmente, apenas as carteiras estão à venda no site – as camisetas devem chegar em breve, mas por enquanto podem ser encontradas em mercados artesanais alternativos, com alguns modelos também na Surf & Sound, em São Paulo.

A carteira Loads Foda n.15, que custa R$ 130

 

>>Felpa oferece roupas bacanas feitas com cuidado ambiental e social durante todas as etapas da produção: a água utilizada na produção de seus tecidos passa por um tratamento de efluentes, as etiquetas e silks são feitos com tinta base de água (de resíduos não-poluentes), os papéis utilizados são reciclados e as condições de trabalho de sua mão de obra são monitoradas. Além disso, a etiqueta de troca das roupas é feita de papel semente – se você não trocar, pode plantar!

Sua linha Eco Reciclato é 100% ecológica, feita de algodão reciclado e malha PET (de poliéster), com tecido leve e toque macio, com durabilidade igual ao de um
tecido não reciclado.

A camiseta Folk, da Felpa, que custa R$ 127

 

>> Os cosméticos da brasileira Boni Natural são feitos com ingredientes naturais como argan e linhaça. A marca também oferece escova de dentes de bambu com cerdas macias de fibra de carvão, que pode ser enterrada após o uso, evitando o problema do descarte plástico. E a embalagem da escova é feita de papel e PET.

A escova de dentes feita de bambu da Boni Natural, que custa R$ 16

 

>> A simpática Kampa já é famosa por suas redes e acessórios, e merece ganhar crédito também por sua preocupação socioambiental na hora da produção. São vários os cuidados que a marca tem: as embalagens não usam plástico, apenas papel craft, o envio dos produtos é feito em caixas de papelão reciclado, nenhuma matéria-prima é importada (“Produzimos tudo no Brasil, acreditamos que essa atitude gera empregos e movimenta a economia local”, diz o dono, Alexandre Palmieri), e eles apoiam ONGs e projetos de temática outdoor. Além disso, a Kampa evita qualquer desperdício de matéria-prima, incentiva os funcionários a acampar nos feriados e não vende para grandes lojistas.

A rede Joy, da Kampa, que custa cerca de R$ 102 (abaixo, aparece compactada para viagem)

>> Uma das mais famosas marcas nacionais de equipamentos outdoor, a Curtlo oferece garantia vitalícia de seus produtos, embalagens minimalistas feitas de papel reciclado e tintas à base de água em suas impressões. A empresa realiza coleta seletiva de lixo em suas fábricas e escritórios, e também oferece um programa de “reciclagem” de mochilas descartadas por seus clientes, redirecionando-as a atletas de comunidades carentes.

A mochila cargueira Mountaineer 75 + 15L da Curtlo, que custa R$ 1.300

>> A Casa Orgânica é o primeiro supermercado totalmente orgânico e sustentável de São Paulo e pretende oferecer em um só espaço alimentos, materiais de limpeza e higiene, maquiagem, roupas, acessórios e outras coisas, tudo certificado. Também conta com padaria e sorveteria. Fica na Vila Madalena.

Uma foto do interior da Casa Orgânica, em São Paulo

>> As cestas da Leve Bem – Delivery de Orgânicos podem ser personalizadas e conter tanto produtos frescos de hortifruti quanto alguns produtos industralizados selecionados. O valor mínimo dos pedidos é R$ 50, e as cestas são entregues duas vezes por semana.

 

>> No exterior é fácil encontrar itens veganos/ambientalmente responsáveis. Algumas boas dicas são os sites Vegan Outdoor Adventures, com diversos produtos para uso ao ar livre (todos veganos); a Patagonia, de Yvon Chouinard, conhecida por sua produção ética de excelentes produtos; a Coala Tree, especializada em produtos outdoor eco-friendly, e a britânica Vaude, que opera sob regras ambientais estritas e fabria muitos de seus produtos com materiais reciclados.

>> No Brasil também há sites especializados na venda de produtos veganos e ecológicos. O Vista-Se é uma das maiores lojas veganas virtuais do país, e oferece desde roupas, acessórios e cosméticos até itens de papelaria, limpeza e pet shop. O Paz em Gaia também traz uma vasta seleção de produtos, todos sustentáveis, sem corantes artificiais nem derivados de petróleo. Valem a visita!

COMPARTILHAR