Mais de 10 milhões de pessoas visitaram parques nacionais em 2017

Recorde de visitação nas Unidades de Conservação federais

Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, continua sendo o campeão de visitação - Foto: Reprodução ICMBio

Por Redação

Cada vez mais as pessoas têm buscado vivenciar momentos em meio à natureza. E o Brasil tem atrativos naturais de sobra. De acordo com dados divulgados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) as unidades de conservação federais (parques, floresta, área de proteção ambiental, reserva extrativistas) receberam 10,7 milhões de visitantes em 2017. Isso significa um crescimento de 20% em relação ao ano de 2016. O aumento é o maior dos 10 anos de criação do ICMBio.

Segundo o presidente do órgão, Ricardo Soavinski, o incremento na visitação reflete a melhoria na qualidade dos serviços ofertados e também um maior interesse das pessoas pela natureza e pela recreação em espaços naturais. Os parques nacionais abrigam o que o Brasil tem de melhor em atrativos e paisagens naturais.

“Os dados mostram o resultado do nosso esforço nestes 10 anos, que estamos trabalhando sempre com a perspectiva de ganhar escala, que é aumentar o número de parques, estruturá-los e diversificar as oportunidades de visitação”, ressalta Soavinski. Segundo ele, a visitação também é importante para o desenvolvimento econômico das comunidades locais, gerando trabalho e renda.

No ranking dos mais visitados, o Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, é o campeão de visistação;  Em 2017, ele recebeu 3,3 milhões de pessoas. Em segundo está o Parque do Iguaçu, no Paraná, com 1,8 milhões de turistas, seguido pelo Parque Nacional do Jericoacoara, no Ceará, da Reserva Extrativista Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro, e Parque Marinho Fernando de Noronha.

No ranking dos 10 parques mais visitados, aparece, pela primeira vez, o Monumento Natural (MoNa) do Rio São Francisco, abrangendo os estados de Sergipe, Alagoas e Bahia. Essa unidade foi criada com o objetivo de preservar uma importante área da Bacia do São Francisco. O raking completo você acessa aqui.

O Instituto também tem criado e aberto novas unidades de conservação para a visitação como é o caso do Arquipélago de Alcatrazes em São Paulo, propiciando mergulhos e passeios embarcados de contemplação da natureza. Nos próximos meses, será inaugurado o centro de visitantes do Parque Nacional do Peruaçu, em Minas Gerais, que foi todo estruturado com passarelas, trilhas, mirantes. O Peruaçu oferece sítios arqueológicos milenares e cavernas de grandeza colossal.