A luz do Ártico

Fotógrafo norueguês passa 12 dias no Ártico e registra paisagens surreais


(FOTO: Flickr)

O fotógrafo norueguês Terje Sorgjerd é especialista em capturar a luz do Ártico. Recentemente ele postou em sua página do Vimeo um vídeo resultante de 12 dias — entre abril e maio — de trabalho por ali.

“É o fenômeno natural que eu mais gosto, e não é por acaso que meteorologistas e astrofísicos são incapazes de explicá-lo”, diz Terje, se referindo à essa luz natural que ilumina o Ártico cerca de um mês antes do nascer do "sol da meia-noite".

Terje, que tem perseguido o fenômeno há quatro anos, dessa vez se arriscou além da conta para conseguir as imagens que compõem o filme a seguir.

“Foram vários contratempos", lembra. "Perdi avião e bagagem, cai no mar duas vezes — e sofri para nadar até a beira –, tive lentes quebradas e equipamentos perdidos no mar.”

Na busca pelos melhores ângulos, Terje também rolou de uma pedra e acabou no hospital. Se isso tudo valeu a pena, você pode tirar a própria conclusão no vídeo abaixo, que ainda ganhou uma trilha sonora exclusiva.