Vídeo mostra onda que matou surfista em Maverick’s

Veja vídeo com a onda que matou o surfista Sion Milosky em Maverick's

As bombas de Maverick’s, na Califórnia, fazem mais uma vítima. Desta vez, o havaiano Sion Milosky. Assista ao vídeo com a onda que o matou

Por Luiz Michelini

Sion Milosky dominava o outside de Maverick’s quarta (dia 17) por volta das 18h30 quando, ao dropar sua sétima onda, durante a cavada, ele foi atingido pelo lip e acabou caindo. Logo atrás, Shawn Dollar também vacou, o que acabou por dividir a atenção daqueles que se empenhavam no resgate. “Em um dia como este, nós podemos provavelmente utilizar dois salva-vidas profissionais. Acho que poderia ter sido uma chance [para Milosky]”, disse Ken Collins, big-rider que hospedava Sion Milosky em sua casa.

Mesmo com colete de ar e todo preparo de quem está acostumado a dropar as maiores, o impacto da onda foi forte e Sion ficou preso embaixo d’água por mais de duas ondas. A hora era de maré baixa e a profundidade estava entre 15 e 20 pés. “Sion estava surfando com completa inspiração, sempre esperava a série no lugar mais agressivo”, comentou Ryan Seelbach, surfista das antigas de Maverick’s. “Nesta onda em particular ele foi bem no pico do bowl. Fez o drop, projetou a cavada e a ‘coisa’ simplesmente o engoliu”, lamenta.

No mínimo uma dúzia de surfistas estava surfando as ondas de 60 pés de face que rolavam em Maverick’s na hora do acidente. No canal, junto com barcos e jet-skis de resgate estava o big rider Nathan Fletcher. Logo após observar a queda do amigo, o californiano se lançou de jet para a água. No primeiro momento, sem sucesso. Cerca de 20 minutos depois, enquanto voltava de uma troca de pranchas, Fletcher encontrou o corpo de Milosky próximo ao porto de Pillar Point, situado há aproximadamente uma milha do pico de Mavs.

Os bombeiros foram chamados por volta das 18h50 e chegaram a levar o big rider para o Seton Coastside Beach Hospital, em Moss Beach. Mas já inconsciente e sem respiração, a morte do surfista foi decretada. “Sion estava dominando”, disse Ken Collins. “Todos estavam dizendo: ‘Quem é esse cara? Estão deixando os havaianos pegarem todas as ondas?’ É isso que é difícil de acreditar, ele estava fazendo tudo isso e de repente se afogou”, lamentou Collins. Há cerca de um mês Milosky havia sido nomeado “North Shore Underground of the Year” e parte da premiação de US$25 mil foi usada para pagar sua viagem à Califórnia. O havaiano deixa mulher e dois filhos, além de todo o mundo do surf lamentando a perda de mais um irmão.

Fontes: Surfbang.com, San Jose Mercury News, Santa Cruz Sentinel

Texto originalmente publicado no site da Revista Hardcore