Turista colide drone contra monumento histórico de Roma

Por Redação

Palazzo Venezia é um edifício do século XV e ponto turístico da capital italiana. Foto: Shutterstock.

Um turista foi acusado de desrespeitar as regras da zona de exclusão aérea depois de colidir um drone no telhado de um monumento histórico no centro de Roma, Itália.

O argentino de 39 anos estava pilotando seu drone na Piazza Venezia quando perdeu o controle do dispositivo e o jogou no telhado do Palazzo Venezia, um edifício do século XV e famoso por abrigar discursos do ditador fascista Benito Mussolini.

Leia mais

+ Gosta de caminhar? Veja algumas das melhores trilhas da Itália

+ 7 destinos de viagem que ficam melhores de bike

+ NASA divulga imagem da gigante onda de Nazaré vista do espaço

O drone foi recuperado pela equipe de segurança do prédio antes de ser apreendido pela polícia, que denunciou o turista por não cumprir uma zona de exclusão aérea sobre a cidade, segundo relatos da mídia italiana.

As pessoas que desejam filmar ou tirar fotos da capital italiana de cima com um drone devem obter permissão e estar registradas no órgão nacional de aviação civil. Pilotar um drone no centro de Roma e no Vaticano está completamente fora dos limites por causa de todos os monumentos preciosos.

No entanto, alguns turistas parecem estar alheios às regras. Na semana passada, dois turistas mexicanos colidiram com seu drone na Torre de Pisa. O irmão e a irmã enfrentaram ação policial por quebrar as regras de proibição de voos em torno do famoso marco da cidade toscana.

Em 2020, um turista de 40 anos da Polônia caiu com seu drone dentro do Coliseu, apesar de ter sido avisado de que pilotar o dispositivo dentro do antigo anfiteatro estava proibido.

Em julho do ano passado, um homem de 61 anos foi acusado de um “ataque contra a segurança do transporte” depois de voar seu drone sobre Roma a uma altitude de 2.000 metros. O homem, que era membro de uma página do Facebook para fanáticos por drones, foi denunciado depois que seu dispositivo foi visto por um piloto profissional.

Felizmente, não houve relatos de danos a monumentos devido ao impacto da queda de drones. As penalidades impostas também não foram relatadas, mas as multas por violar as regras dos drones variam de 516 a 64 mil euros (cerca de R$ 2.300 a R$ 333 mil).

Fonte The Guardian

-Publicidade-