Destaques

Quer aprender a mergulhar? Conheça 5 destinos no Brasil

Você adora aventura mas ainda não teve oportunidade de mergulhar? Realmente, a prática do mergulho parece levar a um mundo paralelo e o Brasil está repleto de destinos ideais para a atividade.

+ O mergulho livre neste lago congelado é um passatempo assustador

+ 7 dicas para melhorar a capacidade de mergulhar em apneia

+ Guia Hardcore: fazendo a primeira surf trip solo

De baixo da água é possível entrar em contato com a natureza de forma única e especial. Sem contar que as experiências com novos cenários, cores, formas, texturas e criaturas são capazes de evidenciar uma nova perspectiva de vida.

A idade mínima para praticar essa atividade é 10 anos. Depois é, obviamente, necessário ter um domínio básico de habilidades aquáticas, além de conseguir nadar 200 metros de máscara, nadadeiras e snorkel.

Por fim, os cursos solicitam o preenchimento de um breve questionário sobre condições médicas e, se nenhuma das condições específicas for relevante, é só começar as aulas!

O ideal é escolher uma escolada filiada ao PADI (Professional Association of Diving Instructor), que é a  maior e mais respeitada organização de formação de mergulhadores do mundo. Em qualquer lugar do planeta, a carteirinha de certificação PADI é aceita e os cursos podem varias de três dias a algumas semanas.

Destinos de mergulho no Brasil

Bonito, Mato Grosso

Lagoa em Bonito – Foto: shutterstock

Bonito é um canto mágico que oferece um cenário que varia entre rios e lagoas cristalinas de água doce, além de pontos nos interiores de cavernas, parecidos com os famosos cenotes no México. O local é protegido por ser parque nacional e fica na Serra da Bodoquena

Ilha Grande, Rio de Janeiro

Foto: aqua-marina ilha grande

A cor de água de Ilha Grande é especial. Em tons de verde-esmeralda e azul cristalino, o local atrai mergulhadores do mundo todo. Em quase qualquer canto da ilha, é possível nadar com diversos peixes coloridos e, até mesmo, admirar a população de estrelas-do-mar. Mais de 800 espécies, tanto de fauna quanto de flora, habitam as águas da baía de Ilha Grande.

Abrolhos, Bahia

Baleia jubarte em Abrolhos – Foto: shutterstock

Em 1983, Abrolhos foi o primeiro local no Brasil a se tornar Parque Nacional Marinho. O arquipélago, que conta com cinco ilhas, está no sul do litoral da Bahia e fica a cerca de 75km da costa de Caravelas. O paraíso baiano é considerado o maior berçário reprodutivo de baleias jubarte da região.

Arraial do Cabo, Rio de Janeiro

Tartaruga verde em Arraial do Cabo – Foto: shutterstock

Conhecido por ser um dos melhores pontos de mergulho do Brasil, Arraial do Cabo é um verdadeiro paraíso da vida marinha. Isso graças ao fenômeno da ressurgência, que faz com que águas muito profundas cheguem a superfície e, junto com elas, alimentos. Dessa forma, diversas espécies se direcionam para a região, como tartarugas, cavalos-marinhos, arraias, golfinhos e baleias.

Fernando de Noronha, Pernambuco

Arco subaquático em Fernando de Noronha – Foto: shutterstock

Não tem como falar de mergulho e não mencionar Fernando de Noronha. O local paradisíaco recebe influência de uma corrente marinha oceânica vinda da África. Dessa forma, as águas do arquipélago são quentes e praticamente livres de sedimentos, o que torna a condição perfeita de visibilidade para mergulhos.

This website uses cookies.