Notícias

Cruzeiro ‘quebra-gelo’? Conheça a expedição de luxo que irá ao Polo Norte

Está procurando uma viagem nos confins do mundo? Então temos uma boa notícia. Em breve, o Polo Norte será a rota de viagem do primeiro cruzeiro ‘quebra-gelo’ do mundo.

+ Ilha mais ao norte do mundo é descoberta acidentalmente

+ Posto de correio mais remoto do mundo abre vaga de emprego na Antártica

+ Uma surftrip confortável na beira do Pólo Norte

Denominado de Le Commandant Charcot e operado pela empresa francesa Ponant, o navio funcionará com um motor híbrido especial que usa gás natural liquefeito. A escolha de combustível é benéfica por reduzir significativamente o impacto ambiental.

A primeira viagem está programada para navegar pelo Círculo Polar Ártico ainda neste verão (do Hemisfério Norte), mais especificamente, em maio, e terá capacidade máxima de 270 passageiros.

Aventura de luxo

Foto: Ponant / Nicolas Debreuil

A aventura a bordo do transatlântico contará com artefatos muito luxuosos. A exemplo estão as suítes com design suíços, vários lounges, decks de observação, teatro, boutiques, spa, piscina interna e externa, além de dois restaurantes, sendo que um deles é administrado por Alain Ducasse – chefe que já ganhou 21 estrelas Michelin.

Se já não bastasse tudo isso, o Charcot também oferece diversas experiências outsides. Algumas opções são trekking na neve, caiaque e até trenós puxados por cães e supervisionados por helicópteros. Para informar os hóspedes sobre os icebergs e fiordes, a tripulação também contará com um guia naturalista.

Foto: Ponant / Nicolas Debreuil

Outra grande novidade da embarcação é a ala voltada para pesquisa, que terá dois laboratórios a bordo. Em paceria com o Polar Citizen Science Collective, a equipe do navio fornece feedbacks sobre o ambiente do local e ajuda a fornecer suprimentos para centros de pesquisa.

Como assim cruzeiro quebra-gelo?

No entanto, um ponto específico merece bastante cuidado: os quebra-gelos. Isso porque em alguns pontos do trajeto, o cruzeiro, literalmente, quebra gelos e, quando isso acontece, eles derretem mais rápido. Portanto, se embarcações como o Charlot forem usadas em grande escala, elas podem representar um sério problema ao acelerar o derretimento de calotas polares.

Claro que, como apenas um navio, provavelmente o Charlot não fará muita diferença real, mas esse tipo de turismo definitivamente não pode se tornar muito popular.

Ficou curioso em saber o preço da expedição de luxo? O cruzeiro mais barato custa $14.800 (mais de R$76 mil) e inclui dez noites. Os pacotes mais luxuosos custam mais de $38.000 (cerca de R$196 mil). Os navios saem de Reykjavik, na Islândia, ou Longyearbyen, na Noruega.

E aí? Você iria?

This website uses cookies.