Pequim tem alta de casos de Covid semanas antes dos Jogos de Inverno

Pequim tem alta de casos de Covid semanas antes dos Jogos de Inverno | Go Outside
Foto: Shutterstock

A cidade de Pequim uma alta de casos locais de Covid-19 semanas antes do início dos Jogos Olímpicos de Inverno. Em resposta, a cidade intensificou as iniciativas para conter as infecções, decretando a obrigatoriedade de checagens entre empresas de cadeia de frio e exigindo que moradores cortem as reuniões desnecessárias. As informações são da IstoÉ.

+ Jogos de Inverno 2022: Tudo o que você precisa saber sobre as Olimpíadas de Pequim

Pequim tinha três infecções transmitidas de forma doméstica, com sintomas confirmados, na quarta-feira, incluindo uma delas reportada anteriormente como um portador assintomático do vírus no dia 18 de janeiro, de acordo com dados das autoridades sanitárias locais, em comparação com uma infecção local confirmada no dia 18.

A cidade reportou menos de dez infecções locais de Covid-19 desde 15 de janeiro, com a detecção das variantes Delta e Ômicron, uma contagem pequena em comparação com o resto do mundo — a poucas semanas dos Jogos de Inverno.

Entretanto, a cidade e a China ainda estão trabalhando sob recomendações de controlar qualquer detecção de casos assim que possível. A estratégia leva em conta uma urgência extra, enquanto Pequim e a província vizinha de Hebei se preparam para receber os Jogos Olímpicos de Inverno no dia 4 de fevereiro, enquanto a atual temporada de viagens por conta das comemorações do Ano Novo Lunar aumentam o risco de transmissão do vírus no país.

A cidade de Pequim deve imediatamente iniciar inspeções totais nas indústrias da cadeia de frios e tornar a testagem de funcionários e bens mais frequente, afirmou o governo municipal em nota na noite de quarta-feira, após algumas infecções serem detectadas em trabalhadores do setor de frigoríficos.

Moradores são aconselhados a reduzir movimentos e reuniões desnecessárias, enquanto crianças, pessoas mais velhas e em saúde mais frágil deveriam evitar espaços públicos tumultuados, afirmou a autoridade sanitária municipal em nota na quarta-feira.

+ Kelly Slater entra na mira do governo australiano

-Publicidade-