Reencontro histórico da primeira equipe a escalar o Everest sem oxigênio

Alpinistas estão no Nepal para comemorar 40 anos da expedição

(À esquerda) Oswald Olz, Peter Habeler, Reinhold Messner, Dietmar Löffler (ORF), Reini Huber (ORF), Hanns Schell, Marco Polo (ORF), Robert Schauer, Helmut Hagner; (sentado) Wolfgang Nairz, Raimund Margreiter. Dietmar Löffler, Reini Huber e Marco Polo em Katmandu -Foto: Rajan Pokhrel / THT

Por Redação

Em 1978 eles desafiaram o que era considerado impossível. Na época, 12 alpinistas, incluindo as lendas do montanhismo Reinhold Messner e Peter Habeler, formaram a primeira equipe a escalar o Everest sem o uso de oxigênio engarrafado. Hoje, 40 anos depois, oito integrantes sobreviventes se reuniram Katmandu, no Nepal.

Durante a expedição de 1978, a maioria dos alpinistas chegou ao cume, embora Messner e Habeler fossem os únicos a fazê-lo sem oxigênio. Eles chegaram ao topo no dia 8 de maio. Horst Bergmann, Robert Schauer e Wolfgang Nairz escalaram o Monte Everest em 3 de maio, enquanto Osval Ölz e Reinhard Karl estavam no topo em 11 de maio, com Franz Oppurg seguindo em 14 de maio. Raimund Margreiter, Helmut Hagner e Hanns Schell foram obrigados a voltar ao mau tempo, enquanto Josl Knoll abandonou sua tentativa quando sua máscara de oxigênio parou de funcionar.

Reinhold Messner (à esquerda) e Wolfgang Nairz, no Acampamento Base do Everest, na segunda-feira, 16 de abril de 2018. A dupla, integrantes da renomada equipe de alpinistas que escalou o Monte Everest em 1978 – Foto: Rajan Pokhrel / THT

A equipe inteira – agora com 70 anos – está atualmente viajando pelo Vale do Khumbu, onde visitam alguns hospitais danificados pelo terremoto de 2015. Eles também espalharão as cinzas do famoso montanhista Norman Dyhenfurth, que faleceu aos 99 anos de idade no ano passado, antes de participar de uma função especial realizada em sua homenagem pela Associação Nepalesa de Alpinismo, em Katmandu.

Até hoje, menos de 200 alpinistas chegaram ao topo do Monte Everest, vindos dos lados do Nepal e do Tibete, sem usar oxigênio engarrafado.

De acordo com o The Himalayan Times, as atividades da equipe também serão apresentadas em um documentário de 90 minutos intitulado Land of the Mountains, que está sendo filmado por uma equipe da Austrian Broadcasting Corporation – ORF. O Conselho de Turismo do Nepal e a Associação de Montanhismo do Nepal homenagearão a equipe em uma cerimônia em Kathmandu, no dia 19 de abril.

COMPARTILHAR