Peito no jeito

Nossa repórter põe os tops da Live! à prova no pedal pelo trânsito caótico de São Paulo

Por Fer Beck

Quem tem peito sabe: na hora do exercício, é difícil encontrar bons tops, que sejam confortáveis, duráveis e, acima de tudo, ofereçam boa sustentação aos seios. Na semana passada, usei dois tops da brasileira Live! e me surpreendi com a performance dos produtos.

Modelos vestem os tops Player (esq., R$ 170) e Super Fit (dir., R$ 120), os mesmos testados pela repórter (Fotos: Divulgação)

Minha bike é meu meio de transporte. Todos os dias, são 15 – 20 km de pedal por São Paulo, principalmente indo e vindo de casa para o trabalho e para o ginásio de escalada. Contrária ao movimento cycle chic (até porque suo muito, e nunca conseguiria manter um visual nem remotamente chic na bike), sempre opto por roupas de ginástica para pedalar, e acho fundamental usar um top. Mantenho 18-20 km/h andando na rua, junto dos carros. O asfalto da cidade é conhecidamente ruim, e não são poucos os obstáculos que eu e minha bike encaramos. Assim, muitas vezes sou “lembrada” do top que estou vestindo, e da sustentação (ou falta de) que ele oferece.

Durante os pedais com os tops da Live!, não senti meu peito balançando nem um pouco, o que foi uma agradável surpresa. O tecido é macio ao toque, muito confortável (são feitos de poliamida e elastano). Outro aspecto positivo do produto é a faixa elástica localizada abaixo dos seios, que parece aumentar a firmeza do conjunto. Nunca fui muito fã de bojos, mas curti os destes tops, achei que modelaram bem os seios e contribuíram para que o peito ficasse no lugar durante o exercício (eles são removíveis).

Um ponto negativo foi o calor: o tecido grosso, que pode ser também um fator ativo no quesito sustentação, é muito quente para mim, e me incomodou um pouco. No inverno acredito que será ótimo, mas no verão isso pode pesar um pouco para pessoas mais calorentas. Falta ver como eles se mantêm após algumas lavagens.

SUADA: A repórter ao chegar em casa após um pedal noturno, com um dos tops da Live!

Visualmente, os modelos que usei não inovam, mas acredito que “beleza não põe a mesa”: prefiro um visual básico e meu peito protegido e firme no lugar do que um produto esteticamente agradável mas que não cumpra bem sua função.

liveoficial.com.br
Top Player (vermelho): R$ 170
Top Super Fit (verde): R$ 120

 

COMPARTILHAR