No topo de novo

Fenômeno da corrida, o espanhol Kilian Jornet chega novamente ao cume do Everest, sem oxigênio suplementar nem auxílio de cordas fixas

SUPER-HOMEM: O espanhol Kilian Jornet em frame de um vídeo que gravou esta semana no Everest (Foto: Reprodução Facebook Kilian Jornet)

O corredor catalão Kilian Jornet, 29, repetiu seu feito mais marcante: ele chegou novamente ao cume do Everest (8.848 metros) sem auxílio de oxigênio suplementar nem de cordas fixas de segurança, uma semana após ter realizado a façanha pela primeira vez. Na semana passada, o corredor partiu do Mosteiro de Rongbuk, na base da montanha. Desta vez, largou já do Acampamento Base Avançado (ABC) da montanha (6.500 metros), às 21h do sábado, 27/05, e levou 17 horas para chegar ao topo e retornar ao local. As ascensões impressionam não só pela velocidade com que foram realizadas, mas também pelo curtíssimo tempo entre elas. 

Em sua página no Facebook, Kilian disse que não pôde se locomover tão rápido quanto gostaria, devido ao vento forte que castigava a montanha na hora da tentativa, mas comemorou o feito: “Alcançar o cume do Everest duas vezes na mesma temporada, sem o uso de oxigênio suplementar, foi muito legal. Me faz pensar em novas possibilidades”, disse.

 

COMPARTILHAR