Um céu cheio de estrelas como destino da sua próxima viagem 

É cada vez mais raro ver estrelas em grandes cidades e em suas proximidades. A poluição luminosa e a do ar apagam o céu noturno para bilhões de pessoas em todo o mundo. Mas ainda há lugares onde a noite permanece majestosa e intocada pelos humanos.

Sites como Light Pollution Map e Dark Site Finder ajudam a encontrar locais onde há uma boa observação de estrelas. A lista a seguir é uma verdadeira wishlist de lugares onde o céu e as estrelas fazem um espetáculo a parte que vale a pena ser visto.

Deserto do Atacama, Chile

Ser o deserto mais seco do mundo é uma super vantagem para o Atacama quando o assunto é observar estrelas. A baixa umidade do ar, as altas altitudes e o terreno plano e desértico dão aos observadores um horizonte inteiro e limpo.

O deserto é também o lar do Atacama Large Millimeter Array, um grande telescópio criado em um esforço conjunto dos Estados Unidos, Europa e Ásia Oriental.

Salar de Uyuni, Bolívia

O Salar de Uyuni, no sudoeste da Bolívia, está a 3.656 metros acima do nível do mar, altitude que permite acesso total às estrelas. Guias sugerem ir durante a estação chuvosa (dezembro a março), que inundam a superfície do Salar de Uyuni e transformam o solo em um espelho para o céu.

Ilhas Canárias

As Ilhas Canárias têm uma posição geográfica que, aliada aos ventos que recebem, impede surgimento de muitas nuvens, sendo consideradas um ótimo lugar para a observação de estrelas — observatórios custeados por diferentes países têm sede lá.

Sutherland, Cabo Setentrional

Sutherland é tão boa para observar as estrelas que os cientistas construíram o maior telescópio óptico único do hemisfério sul – conhecido como SALT ou o Grande Telescópio da África Austral. Se você estiver na Cidade do Cabo, vale a viagem de quatro horas até o topo de Sutherland por uma longa e sinuosa estrada e apreciar uma das maiores observações de estrelas que o mundo tem a oferecer.

Jasper National Park, Canadá

Este parque canadense de 4.200 quilômetros quadrados é totalmente protegido da poluição luminosa. Há também um festival para observar as estrelas no parque, o Jasper Dark Sky Festival.

Trysil, Noruega

Trysil, no leste da Noruega, é conhecida pelas pistas de esqui, mas lá também é possível ficar em cabines de observação de estrelas. Você vai encontrar uma noite escura marcada por constelações ilimitadas. Quem aguentar o frio da madrugada, pode se deparar com as Luzes do Norte que ocasionalmente dão um show no céu.

Westhavelland, Alemanha

O Parque Natural de Westhavelland, na Alemanha, é um dos mais novos membros da International Dark Sky Reserves (IDSR), uma organização dedicada a proteger nossas visões dos céus ao redor do mundo. Westhavelland é também uma reserva natural que é essencialmente um grande prado salpicado de lagos e bosques.

Doi Chiang Dao, Tailândia

De fato, os céus mais bonitos do mundo pertencem às montanhas. Na Tailândia, o cume do Doi Chiang Dao é o terceiro pico mais alto do país. No entanto, o seu acesso não é muito difícil, e assim você pode desfrutar um céu sem grandes esforços.

Aoraki Internacional Dark Sky Reserve, Nova Zelândia

O parque da Nova Zelândia se orgulha de grande variedade de beleza natural e também das milhões de estrelas visíveis todas as noites quando o céu está limpo. O parque é também o único no hemisfério sul e um dos oito no mundo na lista de locais protegidos pela IDSR. Além disso, dentro da reserva está o principal centro de pesquisa astronômica da Nova Zelândia, o Mount John Observatory.

Antártica

Ridge A

Em 2009, um estudo determinou que Ridge A, um local no meio da Antártida, era na verdade o melhor lugar da Terra para observar as estrelas. No entanto, é tão fria e inóspita que nenhum humano jamais esteve lá. Mas, se você tiver a oportunidade de ir a qualquer parte da Antártica, olhe para céu. Aproveite esse continente livre de poluição.