Na Rota da Seda (a pé!)

Dois ultramaratonistas asiáticos percorrem 10 mil km e seis países para refazer a Rota da Seda


ACABOU: Kevin Lin durante o percurso da Rota da Seda

Há quase 3 mil anos, a Rota da Seda figurava entre os percursos de comércio mais movimentados do planeta, ligando o Oriente à Europa. Esse trajeto, com cerca de 10 mil quilômetros,
foi refeito recentemente por dois ultramaratonistas: Kevin Lin, de Taiwan, e Bai Bin, da China.

Organizada pela The Home Expedition, uma instituição sem fins lucrativos que visa financiar projetos de caridade por meio de atividades de aventura, a expedição teve início em abril. Começou com quatro integrantes, mas dois desistiram. Restou a Kevin e Bai percorrer sozinhos toda a rota: a dupla partiu da Turquia e atravessou todo o Irã, Turcomenistão, Uzbequistão, Kazaquistão antes de terminar na China.

No total, a dupla correu cerca de 70 quilômetros por dia, durante 150 dias, para terminar a expedição na data prevista.

Apesar de sofrer com as más condições de tempo, ferimentos nos pés e diarréias, Kevin disse ao FocusTaiwan que “não pensou em desistir nem por um minuto, principalmente devido ao apoio e carinho que muitas pessoas manifestaram durante a aventura”.