De um Polo a outro

Australiano Pat Farmer chega à metade de sua expedição, que saiu do Polo Norte e chegará ao Polo Sul


FALTA MUITO: Pat correndo durante sua expedição

O ultramaratonista australiano Pat Farmer chegou à metade do caminho de sua Pole to Pole Run, expedição de aproximadamente 23.000 quilômetros que percorrerá de um Polo a outro do planeta.

Depois de seis meses de sua partida do Pólo Norte, Pat já cruzou o Ártico Canadense, a costa leste dos Estados Unidos, o México e parte da América Central, ora a pé, ora de caiaque. Até agora, o australiano percorreu cerca de 12.500 quilômetros.

Na próxima fase da aventura, Pat vai enfrentar não só o desgaste físico e as dificuldades do percurso, mas também os perigos da selva do Panamá, lar de traficantes, rebeldes e ladrões em geral. De acordo com o site The Adventure Blog, Pat e sua equipe de apoio serão escoltados por guardas armados para garantir a segurança.

Depois disso, ele caminha para a América do Sul até chegar à fase final, que será uma travessia pela Antártica. No trajeto, Pat enfrentará outra corrida, desta vez contra o relógio. Isto porque ele precisa fazer um bom tempo no percurso da América do Sul para chegar ao Pólo Sul até o início de novembro e conseguir atravessar o continente antártico em condições climáticas favoráveis. Se não tiver êxito nisso, pode ter que esperar até o próximo ano para completar a expedição se não quiser enfrentar condições meteorológicas muito duras.

Confira um vídeo postado recentemente no blog de Pat: