Todos clamam por Bruce

Movimento no twitter tem como objetivo incluir o havaiano Bruce Irons na etapa de Teahupoo


AQUECIMENTO: Bruce nas esquerdas de Teahupoo, este ano (FOTO: Kirstin/ASP)

A hashtag #putBruceinChopes vem esquentando o twitter do surf neste friorento início de semana. O movimento, com força maior por parte do havaiano Jamie O’Brien (há dúvidas se é ele mesmo quem escreve na rede), visa incluir Bruce Irons nos duelos da quinta prova da elite mundial em Teahupoo, Taiti, com janela de espera até o dia 31 de agosto. A justificativa por parte dos twitteiros é que não há surfista que entube melhor de backside que Bruce, principalmente nas esquerdas taitianas. Seu irmão Andy, morto ano passado, defenderia o título do Billabong Pro e estava classificado para integrar o Tour deste ano. Todos clamam pela participação do caçula Irons, que está no Tahiti na companhia dos amigos Dusty Pane, Occy, Cory Lopez e Joel Parkinson.

Mas o que diz a ASP, entidade que rege o surf mundial? “Nananinanão”. As chances de uma vaga para Bruce são mínimas. Até mesmo porque ele teve a oportunidade de se garantir no evento principal pela triagem (surfando com a pranhca do Andy), que rola anualmente, mas acabou sendo desclassificado no round 2 – o brazuca Ricardo dos Santos e o local Heiarii Williams conseguiram as duas vagas. “A ASP adoraria ter Bruce Irons no Billabong Pro Tahiti. Mas, infelizmente, não podemos alterar o formato do evento para permitir a participação de mais um atleta. Esperamos ver Bruce em Pipe e, possivelmente, Fiji, em 2012”, mandou o CEO da ASP, Brodie Carr, para o site da revista Stab. E você, o que acha disso tudo? Dream Tour, estaria ele um circuito careta e previsível?