Por um Mundo Selvagem

Pergunta da semana: Por que os mosquitos parecem se sentir mais atraídos por umas pessoas do que por outras?

Por que os mosquitos parecem se sentir mais atraídos por umas pessoas do que por outras?

Antes de tudo, é bom que se saiba que as incômodas picadas são desferidas apenas pelas fêmeas dos mosquitos – são elas que nos atormentam e sugam o nosso sangue. “Os mosquitos possuem uma série de receptores químicos e de percepção física nas antenas, nas pernas e em outras partes do corpo que os ajudam na tarefa de localizar suas presas”, explica o entomólogo (estudioso dos insetos) Carlos Lamas, do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (USP). Para explicar como escolhem suas vítimas, imagine um grupo de campistas no meio do mato. A uma distância longa, de 35 metros ou mais, eles são atraídos pelo movimento das pessoas e pela temperatura de seus corpos. Uma vez que se aproximam do grupo, entram em ação sensores capazes de detectar uma série de substâncias químicas que exercem forte poder de atração. Das centenas exaladas por nós, humanos, as que mais seduzem os mosquitos são o dióxido de carbono, exalado na respiração, e o ácido láctico, produzido quando fazemos exercícios. Esses incômodos insetos também sentem forte atração pelo suor. Isso faz com que a chance de quem estava cortando a lenha para fazer a fogueira levar uma picada seja bem maior do que quem estava relaxadamente lendo um livro.