Façanha aquática

Equipe brasileira de nado sincronizado conquista colocação inédita em Mundial

Por Cassio Waki
Foto por Satiro Sodré

Pela segunda vez na história do nado sincronizado brasileiro, o país disputou a final com as melhores atletas da modalidade, em Montreal, no Canadá, onde aconteceu o 11o Mundial de Esportes. A equipe brasileira, formada por Beatriz Feres, Nayara Figueira, Michelle Frota, Caroline Hildebrandt, Carmen Moraes, Gláucia Souza, Giovana Stephan, Branca Feres e Natália Oliveira, empolgou o público e os jurados e fechou a final com a 10o colocação, inédita para o país, com a coreografia batizada de “Fitness”.

A boa campanha das meninas vem rendendo a elas prestígio internacional: a equipe foi reportagem de capa na revista da Federação Internacional de Natação (Fina), em julho. Além do nado sincronizado, o Brasil foi representado no Mundial por mais 36 atletas, que disputaram maratona aquática, saltos ornamentais, pólo aquático e natação. Juliana Veloso ficou em 8o lugar no salto ornamental feminino (trampolim de 1 metro); César Castro ficou em 7o lugar no salto ornamental masculino (trampolim de 3 metros) e em 8o no salto ornamental sincronizado, com sua dupla Cassius Duran.

(Reportagem publicada originalmente na Go Outside de agosto de 2005)