Dicas de pró: Marilson dos Santos

Cinco conselhos preciosos de Marilson dos Santos, um dos principais nomes da corrida de rua do Brasil

Marilson dos Santos foi quinto lugar na maratona nas Olimpíadas de Londres, o melhor resultado do atletismo brasileiro nesta edição; tem três medalhas de prata e duas de bronze em Jogos Pan-Americanos e venceu duas vezes a maratona de Nova York

Por Maria Clara Vergueiro

1. Respeite seus limites

Cada pessoa tem uma aptidão específica. Não adianta começar a correr que nem maluco, passando por cima dos avisos de seu corpo, porque senão a corrida acaba sendo mais sofrida do que deveria – e as lesões, mais frequentes do que o esperado.


2. Não deixe de trabalhar a força

Aliar exercícios de força à corrida é fundamental para proteger os tendões e ligamentos e para melhorar o desempenho de um modo geral. A musculação é, na opinião deste atleta, o trabalho de força mais eficiente para quem corre. Experimente dar atenção especial aos quadríceps e às panturrilhas, que costumam ser mais exigidos na corrida.


3. Saiba escolher seu pisante preferido

Em treinos, dê preferência a tênis mais estáveis, com algum amortecimento e solado um pouco mais alto e confortável, para evitar bolhas. Já nas provas, os modelos podem ser mais baixos, leves e rápidos. Faça pelo menos dois treinos com o par que você escolheu usar em uma prova, para dar tempo de adaptar a corrida a ele.


4. Meias de algodão

Às vezes meias técnicas podem escorregar dentro dos tênis de quem transpira demais nos pés, caso do nosso maratonista. Para evitar esse desconforto, ele opta pelas meias de algodão, que proporcionam maior aderência.


5. Hidrata-se bem antes de provas

Antes de treinar e, principalmente, antes de uma prova, beba 500 mililitros de água até duas horas antes do início da corrida. Dessa forma você deixa seu corpo bem hidratado durante a competição, mas evita a vontade de ir ao banheiro no meio do percurso.

(Entrevista publicada na revista Go Outside de outubro de 2012)