Orca assassina retorna ao SeaWorld

Baleia que matou treinadora em 2010 volta a se apresentar em parque aquático


Dawn Brancheau com a orca Tilikum

A orca Tilikum, responsável pela morte da treinadora Dawn Brancheau em fevereiro de 2010 durante uma apresentação no norte-americano Parque Aquático SeaWorld, volta à ativa. Pouco mais de um ano após a tragédia, o parque decidiu reintegrar a baleia assassina à rotina de treinamentos habitual dos outros mamíferos. Segundo o SeaWorld, essa seria a maneira mais indicada de lidar com a reabilitação do animal.

O acidente custou ao parque cerca de US$ 75 mil e fez com que uma série de medidas de segurança fosse tomada para evitar que outros episódios como o que aconteceu em 2010 se repitam. Durante a apresentação, Tilikum capturou Dawn, afogando-a na piscina.

A Go Outside publicou, em setembro de 2010, uma extensa reportagem feita pela Outside americana, contando todos os detalhes envolvendo Tilikum e o negócio de apresentação de orcas em parques temáticos. Leia o texto na íntegra aqui.